– Itajaí, eu estou voltando”, Damian Foxall, barco chinês Dongfeng

0
198

O irlandês Damian Foxall é um dos maiores nomes da vela oceânica mundial. O atleta, integrante da equipe campeã da temporada passada, foi escalado para ser tripulante do

28 dd2Race Team na quinta etapa da Volvo Ocean Race, entre Auckland, na Nova Zelândia, e Itajaí, no Brasil. O velejador, que vai para sua quinta Volta ao Mundo, é tido como ídolo na cidade catarinense pelo seu carisma, atenção com o público local e, principalmente, pelo seu lado social em campanhas de educação e preservação ao meio ambiente. Ele se tornou muito querido por lá.
ELES ESTÃO VOLTANDO: Faltam 28 dias para Itajaí receber uma parada da Volvo Ocean Race

– Itajaí, eu estou voltando – disse o experiente Damian Foxall, que foi convocado justamente para a etapa mais difícil da regata, que terá a passagem pelos mares do Sul e o Cabo Horn antes de desembarcar no Brasil. Serão 6.776 milhas náuticas de aventura.
– Estou muito contente por retornar ao evento e passar pelo Cabo Horn pela oitava vez na carreira. É o maior evento esportivo e todas as dificuldades tornam a regata especial, principalmente sua longa duração – emendou.
Na edição anterior, ao lado do comandante Charles Caudrelier, Damian Foxall foi campeão a bordo do Groupama 4. No ano seguinte, o velejador voltou para cidade na disputa de outra competição oceânica, a Transat Jacques Vabre.

Damian Foxall disputará sua quinta Volvo Ocean Race. As outras participações foram em 2001/2002 (Tyco), 2005/2006 (Ericsson), 2008/2009 (Green Dragon) e 2011/2012 (Groupama sailing team).
Na Volvo Ocean Race, o Dongfeng Race Team divide a liderança com o Abu Dhabi Ocean Racing. A equipe subiu ao pódio em todas as quatro etapas. A perna larga para o Brasil em 15 de março.