Complexo Portuário do Itajaí já retomou suas atividades.

0
131

greve agora 1
A Superintendência do Porto de Itajaí vem a público informar que o movimento realizado pelos sindicatos da Indústria da Pesca e dos Trabalhadores na Indústria da Pesca de Itajaí, iniciado na manhã de segunda-feira, 05, foi encerrado por volta das 15h40 minutos desta terça-feira e o Complexo Portuário do Itajaí já retomou suas atividades.
Após ampla negociação dos sindicatos com autoridades Marítima e Portuária, Polícias Federal e Militar, entre outras instituições, inclusive com ampla participação do prefeito Jandir Bellini e do deputado Décio Lima, como interlocutores com Brasília; e participação e o ministro de Porto da Presidência da República, Edinho Araújo, os pescadores e armadores pesqueiros chegaram a um consenso.
Os manifestantes aceitaram as propostas da Secretaria da Pesca. Entendimento que impactou na desobstrução do canal de acesso ao Complexo Portuário do Itajaí.
Vale ressaltar que as autoridades Portuária e Marítima não mediram esforços para que a situação tivesse uma solução no menor espaço de tempo possível. Inclusive, preocupadas, principalmente com o bem estar dos turistas que ficaram por cerca de 48 horas presos no navio Empress, a Superintendência do Porto Público e a direção do Porto de Navegantes (Portonave) conseguiram na justiça uma liminar pra que os armadores e pescadores liberassem o canal de navegação do rio Itajaí-açu, por volta das 20 horas de ontem. A determinação foi dada pelo juiz de plantão do fórum de Itajaí, Marcelo Trevisan Tambosi.
O assessor Jurídico do Porto de Itajaí, Henry Rossdeutcher, revelou que o argumento usado na ação apresentada à Justiça foi de que o fechamento da barra estava prejudicando outros setores econômicos que nada têm a ver com a manifestação dos armadores, industriais e pescadores. “Não se discute o mérito do protesto deles. Mas, ao fechar o canal, eles interferem na atividade portuária e num conjunto de interesses econômicos e sociais de uma atividade que repercute em toda a comunidade de Santa Catarina”, afirma.

Assessoria de Comunicação Social do Porto de Itajaí
João Henrique Baggio