Pescadores impedem saída de navio. Barcos são multados pela Delegacia da Capitania dos Portos

0
192

Esquenta o movimento. Em uma assembleia realizada na Vila da Regata de Itajaí, entre os pescadores e armadores, ficou definido que os pescadores não irão permitir a passagem do navio transatlântico , Transatlântico Zenith, a previsão do navio era deixar o píer hoje e retorno previsto para sexta feira. A delegacia da Capitania dos Portos está multando os barcos participantes do movimento.EDITAR FOTOS PARA O SITE greve

Adilson Pacheco
Edição
Post:5/01-15h40
Fontes & Texto de Apoio: Multimídia
Assessoria de Imprensa

Esquenta o movimento. Em uma assembleia realizada agora a pouco no Píer de Itajaí, entre os pescadores e armadores, ficou definido que os pescadores não irão permitir a passagem do navio transatlântico , Transatlântico Zenith, a previsão do navio era deixar o píer hoje e retorno previsto para sexta feira.
A iniciativa dos pescadores e armadores tem como objetivo chamar a atenção do Governo Federal e garantir a revogação da portaria 445 do Ministério do Meio Ambiente. Nesta tarde, os representantes do movimento receberam a informação de que uma reunião estava marcada para às 18h, entre o ministro da Pesca, Helder Barbalho, e a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, mas o evento acabou sendo cancelado. O movimento continua por tempo indeterminado.
Segundo o presidente do Sindicato dos Armadores e Indústria da pesca – Sindipi, Giovani Monteiro a paralisação é para tentar garantir junto ao Governo Federal a revogação da portaria 445 do Ministério do Meio Ambiente que impede a pesca de mais de 90 espécies consideradas pelo ameaçadas de extinção.
A Delegacia da Capitania dos Portos, sediada em Itajaí, segundo informações está multando e pode até suspender os barcos participantes do movimento.