Vestas é resgatado e transportado pelo navio Maersk Line da Ilha Mauricio

0
217

O barco Volvo Ocean 65 da equipe Vestas Wind, foi resgatado dos recifes do Oceano Índico e foi transportado em um navio da Maersk Line para Mauritius antes, com uma navegação de cerca de 28 horas, Em seguida transportado para Malásia e, finalmente, Europa.

foto vestas
acidtente vestas

Editor:Adilson Pacheco
Fotos: Volvo Ocean Race

O barco Volvo Ocean 65 da equipe Vestas Wind, foi resgatado dos recifes do Oceano Índico e foi transportado em um navio para Mauritius antes, com uma navegação de cerca de 28 horas, Em seguida transportado para Malásia e, finalmente, Europa em um navio da Maersk Line, trasportadora oficial da Volvo Ocean Race.
Após três dias de planejamento e trabalho o barco foi recuperado dos recifes de St Brandon, onde ele estava desde 29 de novembro. Ele puxado para a lagoa adjacente e foi carregado em um navio da Maersk Line. Esta é a primeira fase da operação que visa a reconstrução do barco e um possível retorno para a raça da equipe dinamarquesa. O gerente de equipe de terra da Vestas Wind, Neil Cox e skipper skipper Chris Nicholson coordenou a operação complexa.
O diretor de operações da Volvo Ocean Race Tom Touber explicou que a recuperação tem sido possível graças a um planejamento meticuloso que foram examinadas várias soluções possíveis e que tem levado a um plano de ação detalhado para cada uma das opções ”
O gerente de equipe de terra Neil Cox Cox foi muito cauteloso sobre os próximos passos do projeto, o barco será analisado mais detalhadamente quando chegar na Malásia, antes de serem transportados para a Europa, talvez para Itália, para a reconstrução. “Há apenas uma semana surgiu uma luz no fim do túnel era muito fraco, mas o fato de que fomos capazes de remover o barco do recife é um grande passo para a frente. Não me refiro a ser decisivo, mas é um primeiro passo e uma coisa que nos dá o impulso necessário para trabalhar e tentar colocar as coisas direito “.