As tripulações da XIV Copa Suzuki Jimny disputaram casco a casco a largada da Regata Volta à Ilha

0
226

A flotilha de 26 barcos iniciou a regata mais longa do Circuito Ilhabela de Vela Oceânica ao meio-dia deste sábado

Foto:Marcos Méndez/SailStation
Foto:Marcos Méndez/SailStation

Ilhabela (SP) – As tripulações da XIV Copa Suzuki Jimny disputaram casco a casco a largada da Regata Volta à Ilha – Sir Peter Blake. A vontade excessiva dos velejadores levou a maioria da flotilha, composta por 26 barcos, a largar escapado (ultrapassar a linha imaginária antes do tempo). A Comissão de Regatas (CR) deu chamada geral para reagrupar os veleiros e organizar nova largada junto à Ponta das Canas, extremo norte do Canal de São Sebastião.

 Fram entre Caballo Loco e Porsche. Foto:Méndez/SailStation
Fram entre Caballo Loco e Porsche. Foto:Méndez/SailStation

Em condições ideais, vento leste entre 14 e 18 nós (25 a 32 km/h), os barcos partiram para contornar Ilhabela no sentido horário, com percurso de aproximadamente 40 milhas (74 km) entre a Ponta das Canas e a Ponta da Sela, local de chegada ao sul da ilha. A maior parte dos barcos optou por traçar o rumo junto à costa. O primeiro a adotar a estratégia, foi o Lexus Chroma, Fita Azul (primeiro no tempo real) em 2013, com 8h31min48. Em disputa acirrada, a flotilha da classe C30 seguiu a mesma rota.

Foto: Marcos Méndez/SailStation
Foto: Marcos Méndez/SailStation

“Foi uma largada muito pegada, parecia monotipo. Os barcos estavam quase se tocando, por isso escaparam. Todos chegaram ao mesmo tempo em cima da linha. Teve muita adrenalina”, contou o diretor da CR, Cuca Sodré, empolgado com as manobras das tripulações. “Rajadas de 20 nós no contravento exigem perícia dos velejadores”.
A intensidade do vento diminuiu um pouco após a largada, fazendo com que a previsão de chegada para os primeiros colocados fosse durante a noite de sábado, estendendo-se até a madrugada de domingo. Além de homenagear o navegador neozelandês Sir Peter Blake, a esperada Regata Volta à Ilha é dedicada também ao Dia do Marinheiro, comemorado em 13 de dezembro. A Capitania dos Portos de São Sebastião oferecerá o troféu transitório Cisne Branco, da Marinha do Brasil, ao Fita Azul da prova.
A entrega da taça será feita no próximo sábado (6/12) no Yacht Club de Ilhabela, após o sorteio da Wind Charter para dois dias de velejada em um Sun Odyssey 439, durante a canoa de cerveja. Em seguida os velejadores acompanharão a palestra ‘Mussulo III – Regatas e Travessias Oceânicas’, apresentada pelo comandante José Guilherme. O penúltimo dia da etapa final da Copa Suzuki Jimny será encerrado com a festa de confraternização da temporada às 20h30 na Pousada Armação dos Ventos.

Deu Ginga na HPE – Com o título de 2014 praticamente assegurado, o veleiro Ginga, da classe HPE 25, venceu a regata de percurso disputada neste sábado no Canal de São Sebastião. O Ginga, com tripulação de Ilhabela chegou à frente do Fit to Fly, com o Atrevido em terceiro lugar. O barco local sustenta 21 pontos de vantagem sobre o Fit to Fly. Neste domingo (30) estão previstas regatas barla-sota (entre bóias) para todas as classes com largada às 13h.

Resultados acumulados após três etapas, considerando-se os descartes, incluída a regata deste sábado da classe HPE:

C30
1º – CA Technologies (Marcelo Massa) – 12 pp
2º – Caballo Loco (Mauro Dottori) – 18 pp
3º – Caiçara Porsche (Marcos de Oliveira Cesar) – 26 pp

ORC
1º – Lexus/Chroma (Luis Gustavo de Crescenzo) – 5 pp
2º – Orson (Carlos Eduardo Souza e Silva) – 7 pp

HPE
1º – Ginga (Breno Chvaicer) – 16 pp
2º – Fit to Fly (Eduardo Mangabeira) – 37 pp
3º – Suzuki Bond Girl (Rique Wanderley) – 43 pp

RGS A
1º – BL3 Urca (Pedro Rodrigues) – 12 pp
2º – Montecristo (Julio Cechetto) – 17 pp
3º – Fram (Felipe Aidar) – 20 pp

RGS B
1º – Asbar II (Sergio Klepacz) – 8 pp
2º – Kanibal (Martin Bonato) – 18 pp
3º – Helios (Marcos Gama Lobo) – 20 pp

RGS C
1º – Zeppa (Diego Zaragoza) – 18 pp
2º – Rainha (Leonardo Pacheco) – 23 pp
3º – Sextante (Thomas Shaw) – 28 pp

RGS Cruiser
1º – BL3 Wind Náutica (Clauberto Andrade) – 8 pp
2º – Jambock (Marco Aleixo) – 11 pp
3º – Cocoon (Luiz Caggiano) – 20 pp

IRC
1º – Rudá (Mario Martinez) – 4 pp
2º – Orson (Carlos E. S. Silva) – 7 pp
3º – Mussulo III (José Guilherme Caldas) – 12 pp
Fan page no Facebook – A Copa Suzuki Jimny tem página no Facebook para divulgar as informações sobre a competição, velejadores e classes. Além disso, o espaço na internet é um ponto de encontro virtual para atletas, árbitros e fãs da modalidade. Para curtir e ter acesso às atualizações, basta acessar o Facebook e digitar Copa Suzuki Jimny – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica.
A Copa Suzuki Jimny/XIV Circuito Ilhabela de Vela Oceânica é organizada pelo Yacht Club de Ilhabela, com patrocínio máster da Suzuki Veículos e co-patrocínios de SER Glass e F7 Blindagens. Apoiam o evento: Prefeitura Municipal de Ilhabela, North Sails, Pousada Armação dos Ventos, Rádio Antena 1 Litoral Norte, Revista Mariner, Mar&Vela, Sail Station.com e Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião.