Tarcísio Mattos: “A presença do André na equipe Espanha demonstra a qualidade deste fantástico velejador brasileiro”

0
149

Para termos ideia da qualidade do Bochecha, ele foi convocado para ser comandante de turno, função que dividirá com ninguém menos que com Michel Desjoyeax, “O Professor”, o mais fantástico velejador francês da atualidade, num time comandado por Iker Martinez, que dispensa apresentações.Pagina 50

Artigo –
Tarcísio Mattos
jornalista e velejador
A presença do André na equipe Espanha demonstra a qualidade deste fantástico velejador brasileiro. Sim, será muito bom para a vela catarinense ter um amigo a bordo, mas, neste quesito, será ainda melhor para a vela esportiva brasileira. O André é um dos bons velejadores da atualidade no mundo, tem um enorme carisma e muita simpatia. Não tenho dúvidas que ele será muito bem “usado” pela mídia brasileira, o que fará com que atenções se voltem para o nosso esporte.
Para termos ideia da qualidade do Bochecha, ele foi convocado para ser comandante de turno, função que dividirá com ninguém menos que com Michel Desjoyeax, “O Professor”, o mais fantástico velejador francês da atualidade, num time comandado por Iker Martinez, que dispensa apresentações.
Será emocionante acompanhar a chegada do Espanha na linha de Itajaí e assistir a entrada do barco no canal de acesso ao Porto da Regata. Se for num belo final de semana, como aconteceu na edição anterior, teremos dezenas de milhares de aficcionados gritando o nome do Bochecha. Ele vai precisar de um coração forte para segurar a emoção.
No que diz respeito aos iniciados, eu não tenho a menor dúvida de que o interesse vai ser muito grande. Mas, se a mídia tradicional brasileira voltar seus olhos para a regata, teremos um extraordinário aumento de público.
Sou aficcionado por regatas de oceano com barcos de desenho único, tanto que meu veleiro é um C30. Acho que a decisão da Volvo de fazer uma Volta ao Mundo com monotipos foi muito acertada. A competição será muito equilibrada. Como não tem inocentes a bordo de nenhum dos barcos, não há favoritos. Cada perna será disputada milha-a-milha, “onda-a onda”. O tático, o navegador e o meteorologista de bordo terão importâncias fundamentais nesta edição
Estou ansioso para acompanhar, via internet, cada boletim e não vejo a hora de me dirigir para Itajaí para ver de perto a chegada dos veleiros.