Torben Grael: Brasil 1:Ele até abanou o rabo pra mim quando passei perto!”

0
177

Torben Grael, comentou a respeito da 12ª Regata Volvo Ocean Race.” A Volvo Ocean Race, a principal regata de Volta ao Mundo do planeta. É um evento especial para mim e para os velejadores brasileiros. Em 2005/2006, tivemos o primeiro e único barco nacional na regata, o saudoso Brasil 1, e terminamos em terceiro lugar.

…………….

Em um artigo publicado no site Lance!Net, o velejador Torben Grael, bicampeão olímpico, campeão da Volvo Ocean Race e coordenador técnico da seleção brasileira de vela l, disse “A Volvo Ocean Race quase sempre vem para o Brasil. Rio de Janeiro (RJ), São Sebastião (SP) e agora Itajaí (SC) já sediaram etapas. A cidade catarinense fez muito bem o seu papel em 2012 e poderá repetir em abril de 2015. É bom ver que nosso país faz parte deste evento grandioso e melhor ainda seria se tivéssemos novamente um barco nacional competindo. Quem sabe no futuro? E comentou a respeito da participação do André ‘Bochecha’ Fonseca no time espanhol que classificou de “muito positiva, já que ele tem no currículo a experiência de outras duas edições. É uma pena não termos mais representantes.” disse.
Torben Grael, comentou a respeito da 12ª Regata Volvo Ocean Race.” A Volvo Ocean Race, a principal regata de Volta ao Mundo do planeta. É um evento especial para mim e para os velejadores brasileiros. Em 2005/2006, tivemos o primeiro e único barco nacional na regata, o saudoso Brasil 1, e terminamos em terceiro lugar. Na edição seguinte, a bordo do Ericsson 4, me tornei o primeiro brasileiro, ao lado de Joca Signorini e Horácio Carabelli, a ser campeão da Volta ao Mundo. E ao final acrescentou “fiquei feliz ao ver novamente o Brasil 1, logo na entrada da Vila da Regata, exposto como peça de museu. Os visitantes podem entrar no modelo de 70 pés e tirar fotos. Pagina  150  edição 23 especial VOR, concluiu.