Yacht Club Paulista homenageia Joerg Bruder no Classic Sailing Festival

 

Duelo de clássicos na Guarapiranga (Luhan Grolla / YCP

Duelo de clássicos na Guarapiranga (Luhan Grolla / YCP

Evento reúne barcos históricos neste fim de semana (26 e 27) na Guarapiranga e reverencia o ilustre associado do YCP, tricampeão mundial da classe Finn

Classic Sailing Festival (Divulgação / YCP

Classic Sailing Festival (Divulgação / YCP

São Paulo  – Entre barcos antigos e históricos, a segunda edição do Classic Sailing Festival homenageará neste fim de semana, 26 e 27 de maio, o tricampeão mundial da classe Finn, Joerg Bruder. O lendário velejador é uma das bandeiras do Yacht Club Paulista (YCP), sede do evento, que terá como atração, o segundo Campeonato Brasileiro de Clássicos, na Represa Guarapiranga.

O Classic Sailing Festival terá entrada franca, com estacionamento pago, e ficará aberto das 10h às 17h30, nos dois dias. São esperados cerca de 50 barcos. Alguns, ficarão expostos na sede do YCP, mas a maioria deverá velejar nas regatas de sábado e domingo. “As largadas às 14h, e chegadas, serão em frente à varanda panorâmica do clube para que os visitantes possam acompanhar o espetáculo das embarcações sem terem de ir para a água”, ressalta o diretor de Vela do YCP, Alonso Lopez.

Diversão em família (Luhan Grolla / YCP

Diversão em família (Luhan Grolla / YCP

A cerimônia de abertura e a homenagem a Bruder estão previstas para sábado, às 11h. A filha de Joerg, Georgia, também velejadora, organizará exposição com assessórios que o pai utilizou nas campanhas dos três títulos mundiais e em Jogos Olímpicos e Pan-Americanos. “Será oportuno e emocionante recordarmos as conquistas do Bruder e admirarmos os pertences dele”, afirma a vice-comodoro do YCP, Paola Prada Lorenzi, parceira de Georgia no clássico de madeira, Bermuda, um Snipe fabricado em 1959.

Para ser inscrito no Campeonato Brasileiro, o barco precisa ter no mínimo 25 anos e o casco pode ser em madeira ou fibra. Será utilizado o rating do Circuito Guarapiranga, que considera principalmente, comprimento e área de vela. A classe Snipe, com previsão de mais de dez barcos, terá premiação à parte. Além de medalhas aos vencedores das regatas, será entregue o prêmio Joia Clássica. O júri especial levará em conta: beleza, originalidade, navegabilidade e conservação de cada barco inscrito.

Fiel parceira do Yacht Club Paulista no desenvolvimento da mentalidade marítima entre velejadores e associados, a Marinha do Brasil terá uma tripulação convidada nas regatas de clássicos. O Classic Sailing Festival tem apoios de Farinha 101 do Moinho Santa Clara e Vintage Boat, além da colaboração de Park Land.

Largada do Brasileiro em 2016 (Luhan Grolla / YCP

Largada do Brasileiro em 2016 (Luhan Grolla / YCP

A lenda Joerg Bruder – O homenageado do primeiro Classic Sailing Festival em 2016 foi o velejador olímpico Guga Zarif, pai do campeão mundial de Finn, Jorginho Zarif, também associado do YCP. Neste ano as reverências irão para o atleta que começou a velejar aos cinco anos na Guarapiranga e disputou em 1959 e se especializou na classe olímpica Finn.

Bruder competiu nos Jogos de 1964 (Tóquio) e 1968 (Cidade do México), ambos na classe Finn, e em 1972 (Munique), na Star, terminando as três olimpíadas entre os dez primeiros e ficando em quarto na última. Tornou-se tricampeão mundial nos anos consecutivos de 1970 (Cascais), 1971 (Toronto) e 1972 (Anzio).

Conquistou o bicampeonato dos Jogos Pan-Americanos em 1967 (Winnipeg) e 1971 (Cali) também na classe Finn. Faleceu em 1973 no acidente aéreo com o voo da Varig em Orly, quando viajava para disputar o tetracampeonato mundial de Finn, na França.

Bonifa: arte dos anos 1960/APJ Esportes)

Bonifa: arte dos anos 1960/APJ Esportes)

 

Resultados do I Classic Sailing Festival – 2016

Vencedores do 1º Brasileiro de Clássicos

Lightning – ZRBST (Mário Buckup)

Snipe – 12K (Arthur Santacreu)

Iole Olímpica – Hippie Fish (John Benett)

Sharpie – NautiluPinguim – Varum Bora (Mauro Osório)

Star – Luna Blue (Marcos Szily)

Vencedores da Regata “Homenagem aos Campeões”

Day Sailer – Jurafa (André Esteves)

Flying Dutchmann – Neptunus (Richard Treacher)

Star – Al Hamed (Jorge Zarif/Arthur Lopes)

Laser Standart – YCP (Manfred Kaufmann)

Laser Radial – Moro (Nicolas Garcia)


 


Fonte – Ary Pereira




 

mkt  Regata Nesws

mkt Regata Nesws