Volvo Ocean Race- Lisboa-Cidade do Cabo: Team AkzoNobel de Martine Grael termina segunda etapa em quinto

 

Apresentação1

Barco concluiu etapa de Lisboa até a Cidade do Cabo em 20 dias, 7 horas e 24 minutos. Vencedor foi o MAPFRE, que chegou na véspera. Sun Hung Kai / Scallywag e Turn the Tide on Plastic completam as posições, em sexto e sétimo, respectivamente. A diferença dos dois barcos foi de apenas 1 minuto.

 

O barco team AkzoNobel confirmou, na noite de sábado (25), o quinto lugar da segunda etapa da Volvo Ocean Race, disputada entre a portuguesa Lisboa e a sul-americana Cidade do Cabo. A equipe da brasileira Martine Grael fez o percurso em 20 dias, 7 horas e 24 minutos. A média de velocidade na descida do Atlântico foi de 16,6 nós o que dá 30,7 km/h.

Os holandeses chegaram a liderar a prova na costa brasileira, mas foram ultrapassados na semana final. A etapa teve ao todo 7 mil milhas náuticas – 12.964 quilômetros.

O team AkzoNobel chegou 1 dia e 6 horas depois do MAPFRE, vencedor da segunda etapa. Os espanhóis fizeram a perna em 19 dias, 1 hora e 10 minutos. O barco vermelho foi seguido por Dongfeng Race Team (2º), Vestas 11th Hour Racing (3º) e Team Brunel (4º).

Sun Hung Kai / Scallywag e Turn the Tide on Plastic completam as posições, em sexto e sétimo, respectivamente. A chegada dois barcos teve diferença de apenas 1 minuto.

Os barcos voltam a navegar apenas em 10 de dezembro com a largada da terceira etapa entre a Cidade do Cabo e a australiana Melbourne. A perna terá 6.500 milhas náuticas – 12 mil quilômetros. A In-Port Race da Cidade do Cabo será dois dias antes, em 8 de dezembro.

Resultados da segunda etapa

1. MAPFRE – 19 dias, 1 hora e 10 minutos

2. Dongfeng Race Team – 19 dias, 4 horas e 2 minutos

3. Vestas 11th Hour Racing – 19 dias, 5 horas e 37 minutos

4. Team Brunel – 19 dias, 10 horas e 14 minutos

5. team AkzoNobel – 20 dias, 7 horas e 24 minutos

6. Sun Hung Kai/Scallywag – 20 dias, 7 horas, 55 minutos e 21 segundos

7. Turn the Tide on Plastic – 20 dias, 7 horas, 56 minutos e 29 ssegundos

Volvo Ocean Race 

A Volvo Ocean Race começou em 1973 com o nome de Whitbread Round the World Race. Durante as 12 edições e mais de 40 anos de história, o evento estabeleceu uma grande reputação como a principal regata oceânica do mundo e uma das provas mais difíceis do planeta.
Sete times com velejadores profissionais participam deste edição, incluindo a campeã olímpica Martine Grael. Outros três velejadores portugueses fazem parte do evento.
Serão 12 cidades-sede, com Brasil e Portugal como paradas estratégicas. Os barcos já estão velejando. Serão 45 mil milhas náuticas pelos mares do mundo. A rota passará três vezes mais pelos mares do sul em relação à edição passada.
Os barcos são os Volvo Ocean 65 one-design. É a segunda vez consecutiva que o veleiro será usado no evento. O monocasco de 65 pés (19,8 metros) é igual para todos e pronto para velejar.

Os barcos contém a última tecnologia de equipamentos via-satélite, transmissão e vídeo, facilitando a vida dos Repórteres A Bordo (OBR’s), que estão na regata desde 2008-09. Todas as equipes contam com mulheres a bordo.


Fonte: Flávio Perez/ Sunset Vaine



 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>