Vela – Salvador – Team Angola Cables cruza a linha de chegada da Transat Jacques Vabre

Dupla José Guilherme Caldas e Leonardo Chicourel completou regata de 8 mil quilômetros em 21 dias, 22 horas e 59 minutos, com média de velocidade de 8,26 nós – 15,29 km/h

Angolaa Cables

Angolaa Cables

 

Após 21 dias, 22 horas, 59 minutos e 49 segundos, o team Angola Cables alcançou o Terminal o Náutico da Bahia, em Salvador, como 11º colocado, na categoria class 40, da Regata Transat Jacques Vabre 2017, tida como uma das maiores transatlânticas do mundo. O barco Mussulo 40 cruzou a linha de chegada hoje às 8:34’:49” (horário local). Patrocinada pela multinacional de telecom Angola Cables, a embarcação contou com a dupla formada pelo experiente velejador e renomado neurocirurgião José Guilherme Pereira Caldas e o Skypper Leonardo Chicourel – único brasileiro presente nesta competição. Foram percorridas 4.681 milhas náuticas (equivalente a cerca de 8 mil quilômetros), numa velocidade média de 8,88 nós, entre a largada na cidade portuária de Le Havre, na França e linha de chegada, em Salvador.  Zé Guilherme e Leonardo foram recepcionados por 15 embarcações ainda no Farol da Barra, perto da linha de chegada, além dos amigos e familiares que os aguardavam no ponto final de desembarque.

Dupla José Guilherme Caldas e Leonardo Chicourel completou regata de 8 mil quilômetros em 21 dias, 22 horas e 59 minutos, com média de velocidade de 8,26 nós – 15,29 km/h

Transat Jacques Vabre

Transat Jacques Vabre

 

“Esta foi a melhor experiência que eu meu amigo Leonardo poderíamos ter tido em uma regata. Foram 21 dias a bordo, em um barco de alta performance, convivendo com outros também muito competitivos. Enfrentamos um desafio muito grande, porém, cumprimos nosso objetivo de finalizar a Transat Jacques Vabre 2017. Ganhamos experiência e representamos nossos parceiros e países. É também um momento de aprendizado e de reflexão sobre o exercício e a arte do companheirismo. Agora, o que tenho de mais significativo a dizer é: que venha a Transat Jacques Vabre 2019!”, comemorou José Guilherme Pereira na chegada a Salvador.

“Lembro do dia em que fui assistir com meu pai os barcos que chegavam a Salvador depois de competirem na Transat Jacques Vabre. Havíamos conversado sobre minha vontade de um dia poder fazer parte da competição. Agradeço muito ao meu amigo Zé por me dar a oportunidade de fazer parte de uma competição como essa. Sigo firme com o objetivo de evoluir como velejador profissional para representar nossos parceiros, patrocinadores e pessoas que torcem pelo nosso sucesso”, declara Leonardo Chicourel.

Sobre a Angola Cables:

Angola Cables é uma multinacional de telecomunicações, fundada em 2009, que opera no mercado de atacado, cujo core business é a comercialização de capacidade em circuitos internacionais de voz e dados por meio de um sistema de cabos submarinos. É um dos maiores acionistas da WACS (West African Cable System), fornecendo serviços de nível de operador a operadores em Angola, África e Europa, tornando-se rapidamente um dos principais fornecedores de IP por atacado na região.

Seus principais novos projetos – SACS e Monet – cabos que vão interligar três continentes: América do Sul, América do Norte e África, bem como Data Center de Fortaleza, uma instalação de tipo Tier III, interligará os seus sistemas de cabo, criando uma rede internacional ao conectar diferentes regiões econômicas.


 

Fonte –  Joseph Dana


 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>