Regata – França – Transat Jacques Vabre – Leonardo Chicourel é representante da Bahia na regata do café

 

Chicourel

Regata do café está chegando na Bahia – Disputada em dupla e a cada dois anos, a edição 2017 da regata internacional Transat Jacques Vabre foi lançada nesta sexta-feira, 1º, no Yacht Clube da Bahia, bairro da Barra, em Salvador, por representantes do governo do estado, da prefeitura e organizadores franceses. Considerada uma das mais desafiadores regatas no mundo, a regata largará no dia 5 de novembro, da cidade francesa de Le Havre, e terminará em Salvador para um percurso de 4.350 milhas ou 8.056 km.  Uma das novidades na travessia ligando a Europa à América será o velejador baiano Leonardo Chicourel. Ele terá como parceiro de dupla o médico angolano José Guilherme Caldas.

A previsão é que até o final do mês de novembro comecem a chegar os primeiros barcos. Durante a apresentação, tanto o secretário estadual de Turismo, José Alves, como o secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, destacaram a movimentação de turistas esperada no evento. Números oficiais destacados pelo diretor-geral da regata, o francês Gildas Guatier, dão conta de que a última edição reuniu cerca de 625 mil visitantes, entre França e Brasil.

Criada em 1993, a regata teve Salvador como destino final em 2001, 2003, 2005, 2007. Com o retorno este ano, a capital baiana se tornará a cidade que mais recebeu a regata. São esperados mais de 40 veleiros, distribuídos pelas classes Class40, Multi50, Imoca e Ultime, com 40, 50, 60 e até 100 pés respectivamente.

A competição é intensa, exigindo das duplas poucas horas de sono e redução de alimentos durante o percurso devido a rota ser cheia de perigos, conforme declarou o velejador francês Vicent Riou, da classe Ultime, que fará o percurso com o compatriota Armel Tripon. Estão inscritos velejadores da França, Brasil, Japão, Reino Unido, Espanha, Suíça, Alemanha, Angola, Itália e Omã.

A cidade de Salvador recebeu a competição de 2001 a 2007 (a cada dois anos) e, ao lado de Itajaí (SC), são as únicas duas cidades brasileiras a serem porto de chegada da travessia. A largada oficial para a 13ª edição será dada no dia 5 de novembro, em Le Havre, e a previsão é de que os primeiros veleiros cheguem a Salvador no fim do mesmo mês.

“Esse percurso transatlântico que liga o Norte ao Sul [França e o Brasil] é mais exigente que uma simples travessia de Leste a Oeste. Requer dos velejadores qualidade técnica, planejamento estratégico, um bom conhecimento meteorológico e uma excelente condição física para completar o percurso”, explica Sylvie Viant, diretora de prova da Transat Jacques Vabre. Na última edição, 42 barcos participaram da disputa.



 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>