PRIMEIRA TURMA DE STARTUPS DO PROGRAMA VISA APRESENTA NOVOS SERVIÇOS E PRODUTOS

 

As 14 startups participantes da primeira rodada de 2018 do Programa de Aceleração Visa concluíram o processo/ Divulgação

As 14 startups participantes da primeira rodada de 2018 do Programa de Aceleração Visa concluíram o processo/ Divulgação

São Paulo – Os 14 startups participantes da primeira rodada de 2018 do Programa de Aceleração Visa concluíram o processo que percorreram desde abril entre mentorias, aprendizados e, para cinco delas em estágio avançado, um mês de imersão no Vale do Silício. Durante o evento, os integrantes tiveram 3 minutos para apresentar suas soluções à uma plateia formada por investidores, empresários e executivos do mercado.

O pitch do startup CloudWalk, uma plataforma de pagamentos, foi escolhido como o melhor do dia pela banca de especialistas composta por empresários, executivos da Visa e do mercado. Ela participou da categoria ‘Growth’ do programa, das empresas já estabelecidas, mas que precisam ganhar tração.  “Estamos muito felizes por participar do programa e ter esse reconhecimento. Durante o processo melhoramos o produto, a visão estratégica e a entrega ao cliente ”conta Luis Silva, CEO da empresa.  Pela avaliação do público, a vencedora foi a Lapag.

Na categoria ‘Start”, das empresas embrionárias e em validação de MVP, o destaque pela opinião da banca foi a startup Virtus. “O Programa nos abriu novas portas para novos desafios. Essa é mais uma etapa vencida, mas sabemos que temos um caminho a percorrer”, comenta Gustavo Câmara, um dos sócios.  Para o público presente, o melhor pitch apresentado foi o da Zippi.

“Tenho certeza que o relacionamento entre a Visa e essas 14 startups não termina aqui com esse DemoDay. Destaco a riqueza e diversidade dos negócios acelerados nessa primeira turma de 2018 – desde soluções de gestão empresarial, de inclusão e educação financeiras, automação comercial, investimentos e até big data, que irão contribuir para a evolução da indústria de pagamento brasileira. Agora devemos trabalhar colaborativamente e fomentar novas parceria entre os startups, a Visa e os nossos clientes”, diz Percival Jatobá, vice-presidente de Produtos, Soluções e Inovação da Visa do Brasil.

A jornada dos 14 startups começou em abril, quando os empreendedores e suas equipes passaram por processos de imersão, bootcamp e elaboração de estratégias.  Foram meses intensos de aceleração e incubação. As empresas viveram uma rotina de mentorias num espaço de coworking em São Paulo. Sendo que cinco delas ainda completaram a aceleração durante um mês no Vale do Silício (EUA).

Neste momento, uma nova turma para o segundo semestre de 2018 está em fase de seleção. As participantes do programa podem ter dois perfis distintos: Growth e Start. São escolhidas startups ainda em estágio embrionário (classificadas como “Start”); e aquelas que estão estabelecidas no mercado (batizadas de “Growth”). Os cinco startups do Growth já foram selecionados e as do Start serão escolhidas no dia 27 de agosto.

O Programa de Aceleração Visa foi lançado em 2017 e cresceu em relação ao ano passado: até 30 empresas serão selecionadas nestas duas edições ao longo de 2018. A Visa tem buscando acelerar empresas das áreas de Transações, Pagamentos, Gestão Financeira, Ponto de Venda, Soluções para e-commerce, IoT, Automação Comercial, Gestão de Vendas, Empréstimos, Investimentos, Financiamentos, Seguros, Bitcoin, Blockchain, Crédito, Big Data e Machine Learning.

Visa Inc. (NYSE:V) é a empresa líder em pagamentos digitais no mundo. Nossa missão é conectar o mundo por meio do que há de mais inovador, confiável e seguro em meios de pagamentos – permitindo que pessoas, negócios e economias prosperem. Nossa avançada rede de processamento global, a VisaNet, oferece pagamentos seguros e confiáveis em todo o mundo e é capaz de processar mais de 65.000 transações por segundo. O foco implacável da empresa em inovação é um catalisador para o rápido crescimento do comércio conectado em qualquer dispositivo e uma força motriz por trás do sonho de um futuro sem dinheiro em papel para todos, em todos os lugares. À medida que o mundo passa do analógico para o digital, a Visa insere sua marca, produtos, pessoas, rede e escala para remodelar o futuro do comércio. Para mais informações visite www.visa.com.br, nossa página no Linkedin ou siga-nos no twitter @VisaNewsBr


Fonte – Luciana Munaretti Luciana- kyvo