Penúltima etapa da Volvo Ocean Race começa com campeonato indefinido

partida (gg<
O barco espanhol MAPFRE é agora o quinto colocado na classificação geral da Volvo Ocean Race com 27 pontos perdidos. A zona do pódio está cinco pontos na frente, com Team Brunel e Dongfeng Race Team empatados. Ainda restam 14 pontos em jogo nas próximas duas etapas da Volta ao Mundo e o melhor desempenho é do Abu Dhabi Ocean Racing. A primeira começou neste domingo (7) entre Lisboa, em Portugal, e Lorient, na França. "Agora não temos que pensar só no pódio e sim em vencer", disse André Fonseca do MAPFRE, que ajudou seu time a vencer a regata local de Lisboa na véspera.
Antes da decisão de um júri independente da ISAF que penalizou mais uma vez o MAPFRE, o brasileiro André 'Bochecha' Fonseca explicou que a luta será contra o barco da Holanda. "A disputa com o Team Brunel é e continuará sendo acirrada. São duas equipes com um nível bastante alto, que contam com velejadores de muita experiência. As equipes estão determinadas a terminar a Volvo Ocean Race no pódio. Será difícil terminar em terceiro lugar, mas é totalmente possível".
Para o brasileiro, a estratégia nas etapas mais curtas será não errar e velejar bem desde a largada. A oitava perna entre Portugal e França terá um pouco mais do que 600 milhas náuticas, uma distância que obriga as tripulações a tirar o máximo delas. "A gente precisa velejar bem, pois daqui pra frente qualquer erro pode nos colocar lá atrás. No entanto, se nosso time conseguir encaixar uma boa estratégia tem tudo para vencer. Outro fator que coloca mais pressão na regata será a igualdade entre as equipes. Com a entrada do Team Vestas Wind e a subida de produção do Team SCA, será difícil dizer quem é o favorito".
André 'Bochecha' Fonseca reconhece, entretanto, que será difícil pegar o Abu Dhabi Ocean Racing, líder absoluto na classificação com 16 pontos perdidos – seis a mais do que o vice-líder Team Brunel. "É a equipe favorita ao título e que terminou quase todas as etapas no pódio. O barco é rápido e eles começaram a treinar muito antes".
Líderes da Volvo Ocean Race, Ian Walker (GBR) e seus sete tripulantes do Abu Dhabi Ocean Racing partiram de Lisboa para a oitava etapa de olho nos adversários. Ele não quer errar para não ser surpreendido no final. "Eu já vi equipes perderem a America's Cup nos últimos segundos. Temos um longo caminho para ganhar a regata. Quando você pensa que já ganhou é onde começa a perder. Eu prefiro não olhar para o placar", contou Ian Walker.
A oitava etapa marca também o retorno do Team Vestas Wind, barco da Dinamarca. A equipe perdeu a maioria das pernas após encalhar em um banco de areia na segunda etapa da Volvo Ocean Race.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>