Nona etapa da Volvo Ocean Race será definida nos metros finais

 

Leg 9, from Newport to Cardiff, day 10 on board Team AkzoNobel. Martine Grael. 28 May, 2018./Konrad Frost/Volvo Ocean Race

Leg 9, from Newport to Cardiff, day 10 on board Team AkzoNobel. Martine Grael. 28 May, 2018./Konrad Frost/Volvo Ocean Race

A decisão da nona etapa da Volvo Ocean Race 2017-18 promete ser novamente equilibrada, com diferença mínima entre os barcos.

A perna transatlântica de 3.300 milhas náuticas, que liga Newport (Estados Unidos) a Cardiff (País de Gales), será concluída na madrugada desta terça-feira (29) e terá pontuação dobrada.

Na atualização de placar da tarde desta segunda-feira (28), Team Brunel e AkzoNobel, dois barcos da Holanda na regata, estavam em empate técnico faltando 59 milhas para a conclusão. Diferença de menos do que uma milha entre eles.

O AkzoNobel tem a campeã olímpica brasileira Martine Grael na sua tripulação.

Um pouco mais atrás está o Dongfeng Race Team, que deve assumir a liderança da classificação se mantiver a terceira colocação na perna até Cardiff.

“Nosso sonho é ganhar e vingar a etapa 8″, disse Charles Caudrelier, comandante do Dongfeng Race Team.

“Brunel e AkzoNobel navegaram bem desde o início e estão brigando, mas existe a possibilidade que cometam erros. O problema não é o vento e sim a corrente! Temos um plano e acredito que vamos acertar”.

Leg 9, from Newport to Cardiff, day 09 on board Dongfeng. 28 May, 2018. Horace checking the locals./Jeremie Lecaudey/Volvo Ocean Race

Leg 9, from Newport to Cardiff, day 09 on board Dongfeng. 28 May, 2018. Horace checking the locals./Jeremie Lecaudey/Volvo Ocean Race

Com ventos que não superam 10 nós de velocidade, a chegada deve ser em câmera lenta. Lembrando que uma forte corrente dará o tom no canal de Bristol.

Mas nada está perdido para o MAPFRE, que na última etapa conseguiu passar três barcos na aproximação a Newport, após dias de regata desde Itajaí (SC). O resultado colocou os espanhóis na liderança do campeonato.

“Agora temos um problema bastante grande. O Vestas 11th Hour Racing está 30 ou 40 milhas na nossa frente e os outros barcos mais”, contou Blair Tuke, do MAPFRE. “Espero que tenha alguma junção da flotilha, mas pelo jeito não teremos isso.

A previsão de chegada dos vencedores no Horário de Brasília varia de 00h30 a 2h desta terça-feira (29).


 

Fonte – Flávio Perez