Náutica – Curitiba – Esportes aquáticos movimentam mercado náutico brasileiro

 

Divulgação

Divulgação

 

Atividades como wakeboard, praticadas tanto na costa como em regiões de lagos e represas, têm atraído público para compra de lanchas de tamanhos menores. É o caso da Triton 250 que tem alta aceitação em diversas partes do país.

Com uma extensa costa navegável e mais de 45 mil km de lagos e represas, o Brasil possui um cenário privilegiado para quem curte a prática de esportes aquáticos. E são eles, como é o caso do wakeboard e suas doses de adrenalina, que têm contribuído para a atração de novos consumidores ao mercado náutico brasileiro através da compra de embarcações apropriadas, de pequeno a médio porte. É o que tem observado a Triton Yachts – marca paranaense que produz lanchas de 21 a 50 pés – com representações em diversas partes do país.

“Temos percebido sinais de recuperação no mercado náutico brasileiro e isso é bastante positivo. Inclusive, nos últimos meses a procura por embarcações de pequeno a médio porte tem se intensificado. Entre elas, destaque para a Triton 250 que, entre os modelos dessa categoria, tem a melhor relação custo-benefício e um projeto construtivo apropriado para o wakeboard. O esporte tem conquistado muitos adeptos em diversas partes do país,” avalia o diretor da Triton Yachts Allan Cechelero.

É o caso do norte brasileiro, especialmente na região de Belém do Pará. “É muito comum, nesta região, a utilização de embarcações pequenas para o wakeboard. O público consumidor daqui não costuma pernoitar nas lanchas, mas busca por conforto e bom aproveitamento de espaços. Além disso, o formato da Triton 250, por exemplo, proporciona uma boa formação de marolas para a realização de manobras esportivas”, explica o revendedor Triton Yachts Maxwell Cordeiro, que representa a região norte do país.

“Para se ter uma ideia, a Marina Porto Seguro, daqui de Belém, tem mais de 50% de sua ocupação de lanchas da Triton Yachts. Acreditamos que o ano que vem será promissor tanto que já está em estudo a abertura de uma nova marina nesta área”, complementa Maxwell.

O design esportivo e a possibilidade da customização das lanchas Triton para esportes aquáticos são mais atrativos aos clientes. No caso da Triton 250 existe a opção Sport que traz uma pintura mais arrojada além de estofamento com quatro cores e volante esportivo com detalhes nas cores escolhidas.

Triton 250: conforto no passeio e adequada aos esportes

A Triton 250, da consagrada marca paranaense Triton Yachts, é o modelo de lancha ideal para quem curte praticar esportes aquáticos ou deseja ingressar no mercado náutico.

Com 7,55 m de comprimento consegue acomodar até 10 pessoas confortavelmente. Seu cookpit é espaçoso abrigando posto de comando principal, sofá além de pia e geladeira. Tem fácil acesso através de entrada lateral na praça de popa que também é bastante ampla. Em sua proa, há mais um sofá para receber os convidados.

Na hora de navegar ou enquanto as pessoas se deslocam pelo barco, a Triton 250 é bastante estável devido ao tamanho de sua boca, de 2,60m (largura). Quando usada para a prática de esportes, no caso o wakeboard, consegue formar uma boa marola o que permite iniciar os saltos do tipo “Wake-to-wake”. A Triton 250 pode manter uma velocidade de 22 milhas criando condições favoráveis para realizar manobras.

Sobre Triton Yachts – A Triton Yachts é produzida pelo consagrado estaleiro paranaense Way Brasil que está há mais de 30 anos no mercado, com variedade modelos de 20 a 50 pés.


 

Fonte: Larissa Andrade


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>