Joca Signorini :”O Brasil 1 abriu portas…. Depois do Brasil 1 eu fiz parte do Ericsson 4, Telefônica e agora estou com SC”

Entrevista com Joca Signorini, diretor do time do barco SCA -“O Brasil 1 abriu portas para ambos. Depois do Brasil 1 eu fiz parte do Ericsson 4, Telefônica e agora estou com SCA (Porém não na água)”.

Diretor ténico do time do barco SCA - Foto: Adilson Pacheco

Diretor ténico do time do barco SCA – Foto: Adilson Pacheco

Entrevista Exclusiva

Joca Signorini, diretor técnico do baco SCA comenta sobre a participação do velejador catarinense André Fonseca no barco do time Campos/Espanhol da Volvo Ocean Race.

REGATA News- Como o senhor vê a entrada de um catarinense em uma Volvo Ocean Race. Sabendo que uma das paradas é exatamente em solo catarinense?
Joca – Fiquei muito Feliz de saber da notícia do “Bochecha” fazendo parte da equipe espanhola. É muito importante para a regata, para a parada em Itajai e para a Vela do Brasil que mais um Brasileiro se soma a regata.

REGATA News – Com a entrada e André aumenta o interesse pelo esporte nautico e especial pela Volvo Ocean Race?
Joca – Com certeza mais gente no Brasil estará acompanhando a regata.

REGATA News – Você e o André estavam juntos no barco Brasil 1.
Joca – A experiência do Brasil 1 foi muito importante para mim e Bochecha. Nós éramos os mais novos do Barco e aprendemos muito durante a regata. O Brasil 1 abriu portas para ambos. Depois do Brasil 1 eu fiz parte do Ericsson 4, Telefônica e agora estou com SCA (Porém não na água). Bochecha fez algumas etapas no Delta Loyd em 2008/09 e fico muito contente que ele agora está com os espanhóis. Com certeza eles estarão na disputa e com muita chance de excelentes resultados. Bochecha com certeza é um tripulante que fortalecera a equipe espanhola.

REGATA News- Sua expectativa para a largada?(OBS: Os barcos já estão neste momento na segunda etapa da corrida – a entrevista foi efetuada antes da largada em Alicante)

Joca – Nossa equipe do SCA fez uma preparação muito boa e conseguimos passar muita experiência para as meninas durante os treinos. O nível de todas as tripulantes cresceu muito e o resultado positive na Leg Zero (5 lugar), reflete o treinamento. A maioria das equipes é muito experiente e conta com excelentes velejadores. Esperamos que o nível das meninas possa seguir crescendo para que possamos alcançar resultados ainda mais positivos. Difícil prever o resultado da etapa 1. Será uma regata muito disputada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>