Itajaí/Navegantes – Complexo Portuário registrou 5% de aumento no total de cargas movimentadas.

Na totalização da movimentação da balança comercial, setembro destacou ainda 62% no sentido de cargas exportadas e 38% de cargas importadas do comércio exterior de Santa Catarina, elevando a uma cifra de 1,2 Bilhões US$ com um crescimento de 9,1%.

Slide1Complexo Portuário registrou 5% de aumento no total de cargas movimentadas. Como previsto pelo setor de Estatísticas e Gerência de Operações da Superintendência do Porto de Itajaí, o segundo semestre vêm demostrando sua característica no que se refere à movimentação portuária do Complexo. Prova disso pôde ser registrado no mês anterior, em setembro, que desempenhou números estáveis deste segundo semestre.

 

Slide2

De acordo com o relatório final de estatísticas, 81 escalas foram registradas, sendo 18 escalas na APM Terminals e totalizando a movimentação do complexo 1.075.207 toneladas. Na movimentação total de cargas no período dos nove primeiros meses deste ano, ou seja, de janeiro a setembro houve um crescimento de 5% no complexo e no porto público, em específico a margem direita do Rio, na APM Terminals, onde foram movimentadas 203.122 toneladas (registrando um aumento de 11%.).

Na movimentação total do complexo no segmento de cargas contêinerizadas no mês de setembro foi registrado 99.432 TEU’s (Twenty Foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés de comprimento), e na APM Terminals 20.580 TEU’s.

Ainda no somatório de janeiro a setembro deste ano, o complexo portuário movimentou 9.236.385 toneladas, sendo 1.617.635 na APM Terminals. Quanto ao número de TEU’s, que foram movimentados, setembro contabilizou 834.753 unidades, sendo 155.603 na área da APM Terminals.

Já no comparativo (somente) do mês de setembro de 2016 para o mês de setembro deste ano (2017), a APM Terminal registrou aumento de 30% e no total do complexo 4 % de aumento. De janeiro a setembro de 2017 o aumento foi de 12% na APM Terminal e 5% no total do complexo.

“Está se consolidando o que esperávamos neste segundo semestre no que se refere a movimentação de cargas no complexo. Praticamente podemos ter uma projeção dos próximos resultados até dezembro e fecharmos o ano com um acréscimo de 10% ou 11%. Um fator que está colaborando para a estabilidade deste período é quanto as condições climáticas que estão sendo favoráveis para a atividade portuária”, lembrou Héder Cassiano Moritz, Assessor de Direção da Superintendência do Porto de Itajaí.

No Terminal PORTONAVE,

Slide3

 

 

60 escalas foram registradas no mês de setembro e sua movimentação total de cargas foi de 856.300 toneladas com 78.852 TEU’s movimentados, representando um crescimento de 2% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram contabilizados 472 escalas no acumulado do ano no terminal de Navegantes.

Os demais terminais privativos

Registraram as seguintes movimentações de navios e cargas no mês de setembro: BRASKARNE (2 escalas) com 9.785 toneladas e crescimento de 33% – TEPORTI (Não houve escalas), mas registrou no total do ano 79.786 toneladas com 20 escalas até o momento e crescimento de 116% – POLY TERMINAIS (1 escala) com 6.000 toneladas e aumento de 365%, todos tendo como base na movimentação de cargas em relação ao mesmo período de setembro do ano passado.

Para o superintendente do Porto de Itajaí, Engenheiro Marcelo Werner Salles, essa projeção continua positiva, “Esses números que o complexo portuário vem apresentando são extremamente importantes para demonstrar essa retomada da economia catarinense, já que mais de 62% da carga que operamos, elas efetivamente são originárias e produzidas no Estado de Santa Catarina. É muito importante termos números que sinalizem esse crescimento e mantendo estes números de mais de 5% direto e assim demonstrando um possível crescimento de fechamento do ano em até 10%. Esperamos que a normalidade da atividade portuária permaneça, pois estamos prestes a inaugurar o berço 03, finalizar a etapa da dragagem, entre outras obras de destaque. Isso nos dá equilíbrio financeiro para o porto e consequentemente distribuição de receita e renda para a cidade de Itajaí’, concluiu Salles.

No mês de setembro foi registrada a impraticabilidade da barra em função de ocorrência de ondas e ventos acima dos limites operacionais. O cancelamento de 4 escalas foi decidido por conveniência do armador.

Na totalização da movimentação da balança comercial, setembro destacou ainda 62% no sentido de cargas exportadas e 38% de cargas importadas do comércio exterior de Santa Catarina, elevando a uma cifra de 1,2 Bilhões US$ com um crescimento de 9,1%.


Fonte – Luciano Sens


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>