Edênia Garcia participa de festival do Dia do Atleta Paralímpico

Divulgação/On Board Sports

Divulgação/On Board Sports

Neste sábado (22), será comemorado o dia do atleta paralímpico e para aproveitar a oportunidade, a paratleta de natação e da On Board Sport, Edênia Garcia, participará do festival organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) em 48 cidades de todos os estados brasileiros, inclusive Distrito Federal.

O objetivo da festa é mostrar as crianças como são praticados os esportes e suas respectivas adaptações. Ao todo, ficaram três modalidades para cada cidade do país.

Edênia Garcia lembrou que o maior legado das Paraolimpíadas 2016, no Rio de Janeiro, foi o Centro de Treinamento Paralímpico, construído em São Paulo, que é muito bem organizado e possui ótima infraestrutura, segundo a atleta de natação

“Antes disso, nunca tivemos uma estrutura que poderia ajudar diversas modalidades como é esse Centro de Treinamento. E não foi somente um ganho para os paralímpicos. Muitos atletas da seleção brasileira utilizam o espaço para treinamentos, então todos saíram ganhando com isso”, explicou Edênia.

Além disso, a nadadora lembrou que após da paraolimpíadas do Rio, o público que vê os atletas têm mais respeito e admiração.

Porém, ao mesmo tempo que trouxe uma instalação de país desenvolvido, o CPB acabou deixando de lado as outras regiões do país, de acordo com a atleta. Em um vídeo, Edênia explica qual seria seu maior sonho para o futuro do esporte paralímpico.

Para a nadadora, é muito estranho ver as empresas privadas não patrocinarem atletas paralímpicos. “Os objetivos para os mundiais e olimpíadas de Tóquio 2020 são enormes, mas pra isso precisamos das iniciativas empresas privadas. É uma dúvida que tenho sobre isso e porquê não ajudam atletas paralímpicos, sendo que temos ótimos resultados”, valorizou Edênia.