Blumenau – Rotary – Clubes de Rotary do Vale do Itajaí e dos EUA se unem para comprar equipamentos de hemodiálise

 

Rotary Club Hermann Blumenau

Rotary Club Hermann Blumenau

Blumenau – Naquele que já é considerado o maior movimento em favor de uma causa humanitária na área da saúde, nos 84 anos de presença rotária em Santa Catarina, o Distrito 4650, juntamente com seus 23 clubes de Rotary do Vale do Itajaí, liderados pelo Rotary Club Hermann Blumenau, estão arrecadando R$ 395,6 mil para comprar sete equipamentos de hemodiálise. Eles serão doados para Associação Renal Vida e atenderá a demanda da instituição nas cidades de Blumenau, Timbó, Rio do Sul e Itajaí.

Para levantar os recursos necessários, o Rotary Club Hermann Blumenau desenvolveu um projeto de Subsídio Global. Esse programa global do Rotary permite o acesso de comunidades carentes às necessidades básicas, como: água potável, estabilidade econômica, saúde, educação e paz. Entre 2016 e 2017, nos países onde está presente, o Rotary International aprovou 1.260 projetos de subsídios globais, nessas áreas de enfoque. Num investimento de aproximadamente R$ 84,5 milhões.

Prontamente, o Distrito 4650 e os Rotary da região se solidarizaram com a causa. Contou ainda com a adesão do Distrito 4651 que responde pelos clubes de Itajaí, uma das quatro cidades que serão contempladas com os equipamentos.

Para torná-lo uma realidade, uma das exigências do Rotary International é a obtenção do apoio de um Clube ou Distrito de outro país. O parceiro do exterior vai auxiliar no financiamento do projeto. E a adesão ao projeto da Renal Vida chegou rapidamente, por meio do Rotary Club Mile High e do seu Distrito, o de número 5450, localizados em Denver (EUA).

A presença do empresário e rotariano blumenauense Alessandro Eichstaedt em Dever trilhou o caminho dessa aproximação para o “emparceiramento” do Clube e do Distrito local. A ida do também empresário e rotariano do Hermann Blumenau, Cesar de Arruda, aos Estados Unidos no ano passado, onde participou da Convenção International do Rotary, na cidade de Atlanta, abriu os canais de comunicação com o RI.

Entrega do projeto

Finalizada toda a fase de elaboração do projeto e busca dos parceiros, o momento agora é de encaminhamento burocrático, obedecendo aos prazos estipulados pelo Rotary International. Na noite da última quarta-feira, a sala de eventos do Teatro Carlos Gomes esteve lotada, com a presença de dirigentes rotários da região, autoridades e os representantes da Renal Vida.

Na oportunidade, Helvino Wilsmann, governador do Distrito 4650, recebeu o projeto de subsídio global das mãos de Valmiré Ouriques, presidente do Rotary Club Hermann Blumenau, e dos governadores assistentes em Blumenau, Paulo Sérgio Kriegbaum (Rotary Club de Blumenau – Victor Konder) e Delcio Maximiano (Rotary Club de Blumenau – Verde Vale). Ainda, do presidente da Renal Vida, o médico nefrologista Roberto Benvenutti.

Agora o projeto passa pela análise final na Fundação Rotária e a previsão para compra dos equipamentos é de aproximadamente 90 dias.

A Renal Vida – Com unidades de atendimento em Blumenau, Rio do Sul, Timbó e Itajaí, a Associação Renal Vida atende 600 pacientes mês, com mais de sete mil seções de hemodiálise – 77% pelo Sistema Único de Saúde.

Com o deficitário reembolso governamental, faltam recursos para reposição e ampliação dos equipamentos. É necessário trocar os aparelhos a cada sete anos Mas alguns já estão com mais de 13 anos de uso, tornando-se obsoletos.

O tamanho e o que faz o Rotary? – O Rotary surgiu nos Estados Unidos e neste ano comemorou 113 de fundação. Dentre os trabalhos desenvolvidos pelos rotarianos, está a campanha mundial pela erradicação da paralisia infantil, patrocinada pela Fundação Rotária que celebrou seu centenário no ano passado, com recursos oriundos de doações.

O Rotary está presente em 271 países ou regiões geográficas, representado por 35.644 clubes (545 Distritos) e mais de 1,2 milhão de rotarianos. Mas a Família Rotária ultrapassa a dois milhões de pessoas, sendo a única ONG com assento na ONU.

No Brasil são 53,5 mil rotarianos, distribuídos 2.380 clubes e 38 Distritos. A estrutura é complementada por clubes de Rotary Kids, Interacts, Rotaracts, Casas da Amizade, voluntários. Tem ainda a presença ativa dos Núcleos de Desenvolvimento Rotários, instalados em comunidades carentes, incentivando lideranças comunitárias a buscar soluções para seus problemas.

A Fundação Rotária -A Fundação Rotária é patrocinada exclusivamente por doações de rotarianos e outros que compartilham a visão de um mundo melhor. Seu início foi em 1917, embora tenha sido oficialmente estabelecida no ano de 1928. Contribuições significativas para custear os programas só foram recebidas a partir de 1947, ano do falecimento de Paul Harris.

A missão da Fundação Rotária é apoiar os esforços do Rotary International no cumprimento do Objetivo do Rotary e na busca da paz e compreensão mundial por meio da realização de programas humanitários, educacionais e culturais.

O Distrito 4650 -O Distrito 4650 é responsável pela coordenação das ações de 59 clubes de Rotary de Santa Catarina, em 28 cidades, situadas nas regiões do Médio e Alto Vale, Litoral Norte, Norte e Planalto Norte catarinense, numa estrutura com 1.349 rotarianos, sendo 1.060 homens e 289 mulheres. Além das ações dos clubes de Kids, Interact, Rotaract, Casas da Amizade e NRDC’s, nas diversas cidades de abrangência do Distrito 4650.


Fonte – Giovani Vitória | Jornalista/Rotariano | Rotary Club Hermann Blumenau