Esporte – São Paulo – Arnold passeia de bike pela ciclovia da zona sul e conhece parque da cidade

 

(Rodrigo Dod/Savaget

(Rodrigo Dod/Savaget

São Paulo – Quando chegou ao Brasil, na sexta-feira (21), para sua primeira visita a São Paulo a fim de abrir o Arnold Classic South America, Arnold Schwarzenegger revelou o desejo de conhecer um pouco mais da cidade do jeito que mais gosta, de bicicleta. Na tarde de domingo (23), o astro aproveitou uma brecha na agenda do evento que leva seu nome, pegou uma bike e foi pedalar na capital paulista.

Arnold andou durante 1h15min. Saiu do hotel e seguiu em direção a Ponte Estaiada, passou por baixo da Ponte e entrou na ciclovia da avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini. Seguiu pela rua Funchal e chegou ao Parque do Povo. Depois de andar pelo Parque fez o caminho de retorno em direção ao hotel, que fica entre a Berrini e a Marginal Pinheiros. “Eu adoro pedalar pelas ruas, parques e avenidas, é o melhor meio de conhecer os lugares e faço isso em todas as cidades em que me hospedo, especialmente onde o Arnold Classi está sediado”, afirmou Schwarzenegger, que elogiou as belezas urbanas da capital paulista, que tem quase 500 quilômetros de malha cicloviária, extensão que cresce aos finais de semana, com as ciclofaixas.

O domingo de Schwarzenegger teve pedal de manhã e a tarde. Antes de passear pela ciclovia, Arnold participou de um evento de bike no topo de um prédio na zona sul de São Paulo. Chamado Cycling In The Air, foram disponibilizadas 40 bicicletas ergométricas instaladas no heliponto do Tower Bridge Corporate, para um aulão da modalidade. A atividade fez parte da programação do Arnold Classic South America.

y (2)

Depois do Cycling in The Air, Schwarzenegger fez sua última visita ao evento que tem seu nome. Uma vez mais, levou o público ao delírio ao passear pelos estandes dos expositores e arena esportiva. Acompanhou de perto o Desafio Internacional Brasil x Suécia de Luta de Braço. As brasileiras deram show, com as vitórias de Gabriela Vasconcelos e Tatiane Faria sobre as suecas Fia Reisek e Victoria Karlsson. Com o placar de 5 x 0 a favor de ambas, Gabriela e Tatiane não deram chances para suas rivais. As duas lutas finais foram ainda mais especiais para as vencedoras em função da presença ilustre do “Exterminador”. Além da luta de braço, o encerramento do evento contou com as finais do V Open Internacional de Karate, 3º Copa Pan-Americana de Pole Dance, Campeonato Brasileiro Amador de Bodybuilding, entre outras atividades, como xadrez e strongman amador.

Encontro com o prefeito João Doria – Nesta segunda-feira (24), Schwarzenegger e diretores do Arnold Classic South America tiveram um encontro com o prefeito de São Paulo, João Doria, ainda em clima de comemoração pelos grandes resultados do evento realizado no feriado prolongado de 21 de abril, no Transamérica Expo Center. Em sua primeira edição na capital paulista cresceu de 30% em relação ao ano passado e gerou de mais de 100 milhões de reais em volume de negócios. Para isso, atraiu 150 expositores para a feira de nutrição esportiva e fitness, que receberam 4.520 lojistas, 50% a mais que em 2016.

(Rodrigo Dod/Savaget

(Rodrigo Dod/Savaget

“Também impactamos positivamente na economia da cidade com a criação de 5 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, reunimos um público extraordinário e altamente qualificado, mesmo no meio de um feriado. Contamos com os fãs de esportes em geral, além de nutricionistas, atletas, professores de educação física e demais pessoas envolvidas com esporte e saúde de todo o País”, afirmou Luis Felipe Bonilha, diretor da feira ao lado de Ana Paula Leal, ambos sócios de Schwarzenegger no evento.

Ana Paula Leal também comemorou a estreia em grande estilo do Arnold Classic South America em São Paulo. “Estamos felizes pelos números alcançados e também por ter levado uma experiência única para o público apaixonado por esportes do Brasil e da América do Sul”, disse a empresária, que lembrou a importância do Conference, evento de educação continuada que recebeu 4 mil profissionais de educação física, nutrição, medicina esportiva e fisioterapia. “É o maior evento do gênero no mundo e quatro vezes maior que o segundo, promovido nos Estados Unidos”, observou. Juntos, Conference e a Expo levaram ao Arnold Classic mais de 60 mil pessoas, sendo 20 mil de fora da cidade.

Atrações do Pro Show na noite do sábado – Alguns dos homens mais musculosos do mundo exibiram grande forma física na disputa do Bodybuilding Pro. Com uma apresentação que arrancou muitos aplausos do público que lotou o pavilhão do palco central, Lukas Osladil, da República Checa, conquistou o sonhado troféu de campeão e recebeu a premiação das mãos da lenda do esporte, Arnold Schwarzenegger. A segunda colocação ficou com Juan Morel, dos Estados Unidos, seguido pelo compatriota Michael Lockett. Completaram o top 6: Johnnie O. Jackson (EUA), Tomas Kaspar (República Checa) e Earl Abraham (África do Sul), quarto, quinto e sexto colocados, respectivamente.

O Figure Pro fez sua estreia no Brasil em nível internacional e reuniu 12 mulheres de corpos esculturais. A vitória foi da norte-americana Latorya Watts, seguida pela compatriota Cydney Gillon. O Brasil brilhou com Michele da Silva Pinto, que conquistou a medalha de bronze. Completaram o top 6: Danielle Balbino (Brasil), Swann De La Rosa (Estados Unidos) e Janaína Ferreira (Brasil), em quarto, quinto e sexto lugares.

O evento contou ainda com uma contagiante apresentação especial de duas das maiores atletas Fitness Pro do mundo. A brasileira radicada na Alemanha, Regiane da Silva, e a norte-americana Whitney Jones exibiram corpos perfeitos e coreografias de alto nível atlético, incluindo performances de dança e ginástica acrobática.

Strongman Pro – O Arnold Strongman League reuniu os atletas considerados os mais fortes do mundo. E eles fizeram muita força no Arnold Classic South America. Na final, no palco principal, tiveram que mostrar também resistência para levantar um halter de 120 quilos o máximo de vezes durante um minuto. Detalhe: apenas com uma das mãos. No final, vitória de Rauno Heinla (Estonia), com Jerry Pritchett (EUA), em segundo, e Mateusz Kieliszkowski (Polônia), em terceiro. Completaram o top 6: Mikhail Shivyakov (Rússia), Dimitar Savatinov (Bulgária) e Marcos Ferrari (Brasil), quarto, quinto e sexto colocados, respectivamente.

Model Search – Maior concurso de beleza fitness do mundo, o Arnold Model Search promoveu em São Paulo a segunda edição da etapa brasileira. Tatiele Polyana e Gaston Zuniga foram eleitos os mais belos do país. O próximo desafio da dupla será repetir o feito de Rafael Ferreira e Juliete de Pieri, que conquistaram o título no Rio de Janeiro em 2016 e, em 2017, foram eleitos os mais belos na etapa mundial, disputada no Arnold Festival, em Ohio, no final de março. Eles estiveram no Arnold Classic South America para participar da premiação.

Surpresa – A surpresa da noite ficou por conta de Arnold. Ele reservou uma homenagem especial para os sócios brasileiros, Ana Paula Leal Graziano e Luis Felipe Bonilha. Em reconhecimento a dedicação dos parceiros, que promoveram em São Paulo a quinta edição do evento no Brasil e a maior da história no País, com 30% de crescimento em relação ao ano anterior, Schwarzenegger entregou um troféu de bronze com a sua própria imagem, dos tempos em que levantava todos os títulos do bodybuilding.

Evento Global – O Arnold Classic é hoje um evento de alcance mundial. Além da América do Sul e América do Norte, Schwarzenegger ampliou sua área de atuação nos demais continentes. É realizado também na Europa, Ásia, Oceania e África.

O Arnold Classic South America teve patrocínio diamond de Atlhetica Nutrition, Black Skull, Integralmedica, Max Titanium e Midway, patrocínio gold de Champion e apoios de WW transportes, Água Legítima Lindoia e Stadium. A realização foi de Savaget Excalibur Promoções e Eventos.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>